Gastronomia Comparada com Arte para Campanha do Museu MAC/VAL

Campanha da CLM BBDO de Paris para promover restaurante do Vitry Museum of Contemporary Arts (MAC/VAL) compara gastronomia e arte de forma criativa, divulgando cartazes com pratos sujos como obras de arte.

Anúncio sem título. Sem texto explicativo. Sem manipulação hard de imagens. Apenas uma fotografia, o nome do serviço, endereço e o horário de funcionamento. Parece não fazer sentido algum, certo? Mas fez. E fez tanto que rendeu para a agência francesa CLM BBDO um Leão no Festival de Cannes em 2007.

museu1 museu2

museu3campanha museu

FONTE: http://lafora.com.br/2008/11/gastronomia-comparada-com-arte-em-campanha-para-restaurante-em-museu/

http://tponline.com.br/blog/restos_de_comida_atraem_leoes/66/

Bairro da Liberdade recebe comemorações do Ano Novo Chinês

Neste final de semana, o bairro da Liberdade, localizado na região central de São Paulo, recebe as comemorações da chegada do Ano Novo Chinês. Cerca de 200 mil pessoas, 40 mil a mais que no ano passado, são esperadas pelos organizadores do evento neste sábado, 21, e domingo, 22. A 10ª edição da festa celebra a chegada do ano da cabra, que segundo o horóscopo chinês significa paz, harmonia e dinheiro.

Comemorado oficialmente há uma década na capital paulista, onde se localiza a maior colônia chinesa do País, o evento público já é considerado o maior do gênero fora da China. No Brasil, o Ano Novo Chinês é comemorado há dois séculos, desde que os primeiros imigrantes desembarcaram no Rio de Janeiro, com auxílio da coroa portuguesa, para introduzir a cultura do chá na agricultura nacional.

Para celebrar o ano da cabra, a comunidade chinesa planejou uma série de apresentações durante os dois dias de festividades. Entre elas, o tradicional desfile do dragão e do leão, para espantar os maus espíritos e trazer boas energias para o ano que começa, um culto ecumênico, com as principais lideranças das religiões chinesas no Brasil e a tradicional cerimônia da prosperidade e fogos de artifício.

Outras atrações como pintura chinesa, show de troca de máscaras Bian Lian, dança do leque, apresentação de corais infantil e adulto budista, danças com senhoras chinesas em trajes típicos, pop chinês, feng shui, Tai Chi Chuan, Qi Gong e artes marciais também farão parte das comemorações.

Diferente do tradicional branco, usado para simbolizar a paz na virada do ano, a cor predominante da celebração chinesa é o vermelho, usado para espantar os maus espíritos, trazer prosperidade e boa sorte.

ano novo chines

Gastronomia e cultura

Ao todo, serão 18 barracas que comercializarão pratos típicos, como os tradicionais yakisoba, guioza, rolinho primavera e a pamonha chinesa. Os preços variam entre R$15 e R$20.

SERVIÇO

Evento: Ano Novo Chinês – Ano da Cabra

Data: 21 e 22 de fevereiro

Horário: 21/02 (sábado) das 12h às 20h / 22/01 (domingo) das 11h às 18h

Local: Praça da Liberdade – São Paulo

Site: http://anonovochines.org.br/

(Estadão Conteúdo)

Feira Gastronômica e Cultural toma conta do Quintal da Hauze na Mooca

Hoje e amanhã, a Hauze, na região da Mooca, abre seu espaço para a primeira edição do “Quintal da Hauze”. Do meio-dia às 19h, o público pode aproveitar uma feira gastronômica e cultural. A entrada é franca e os pratos custam até R$ 20.

Vários chefs ocupam o quintal com diversas delícias e temperos. Além disso, peças de decoração, lambes-lambes, ilustradores e artesãos ocupam a loja da Hauze com muita arte e história para contar. Assim, o público pode aproveitar comidas gostosas e arte em um lugar aconchegante, tudo isso com preço justo.

Foto retirada do site Catraca Livre

Foto retirada do site Catraca Livre

FONTE: https://catracalivre.com.br/sp/gastronomia/gratis/feira-gastronomica-e-cultural-toma-conta-do-quintal-da-hauze-na-mooca/

Arte e gastrnomia! Gastronomia e Arte! Arte Gastrômica? Gastronomia Arte?

Gastronomia, exaltação dos sentidos. Arte, expressão criativa da espiritualidade do homem. Arte e Gastronomia, simbiose ou abstração? Seja qual for a resposta, a gastronomia pode ser experimentada e vivenciada através dos olhos e dos sentidos. Pintura, escultura, fotografia, cheiros, sons …

Arte e gastronomia juntas para explicar, questionar e reinterpretar a relação entre os alimentos e o homem. inspirações, idéias e mensagens. Histórias sem palavras. A evolução da arte e da pintura, desde a natureza morta à imagem digital dos dias de hoje retrata uma relação entre a arte e o alimento, este e suas relações com vida são protagonista, artistas representam a comida em lugar de destaque, o comer, viver o se alimentar, tanto de comida quanto de inspirações e gestos. Arte e gastronomia! juntas! Alimentos do homem.

Apesar da condição efêmera dos alimentos, quando estes extravasam sua função de nutrição para provocar múltiplas, intensas e pessoais sensações; quando o alimento deixa de ser algo material para transforma-se em uma experiência, uma experiência difícil de classificar que se debate com a alma e vai ao encontro da mesma, é nesse momento em que o alimento, enquanto uma criação sabiamente elaborada, se completa e se converte em algo inesquecível que deixa marcas na memória. Imortalizar esse momento, gravar através das artes de uma forma ou de outra, com uma disciplina ou outra, seja para exaltar, suscitar ou criticar é um aspecto que está e esteve presente em todas as épocas e momentos.

Imagem extraída do blog: seislienzosenblanco.blogspot.com.es

Imagem extraída do blog: seislienzosenblanco.blogspot.com.es

FONTE: http://cursoperiodismogastronomico.com/arte-y-gastronomia