O Artista das Panelas – de Luiz Leboutte

      

              …não basta ser um cozinheiro, é preciso ser um químico, um cientista, um alquimista, quem sabe até mesmo um pintor…, permitir que a alma se entregue a um sublime “renascimento”, …finalizar uma receita buscando na essência da criação algo que lembre um “Da Vinci” ou um “Michelangelo”, transformando o prato em  um quadro… e imaginando que ao finaliza-lo estará dando também o último toque do pincel na tela.                 

               Para tanto é preciso ser um amante dedicado, assumir a paixão que temos pela cozinha, assim como um poeta tem pela mulher que conquista, pois é com ela que iremos dividir também as grandes noites.               

                Cuidar bem da linha que seguimos, como cuidamos a roupa que vestimos,  a gastronomia é um caminho generoso de técnicas clássicas que muitas vezes recordam os pretos básicos de Channel, para tanto o artista da cozinha precisa dominar a simplicidade, aprender e buscar as técnicas básicas respeitando tudo que o tempo não apaga e não ofusca, e assim começar a lapidar a sua própria personalidade, buscando uma identidade própria, moderna e contemporânea fazendo uma fusão do clássico com toques de ousadia,  assinando a sua marca e ditando as novas tendências.                

             O artista das panelas expressa nos pratos o real significado da liberdade, valoriza a sua terra assim como o perfume que exala das flores comestíveis da sua região, enriquece através do paladar as suas origens e de quem a vida dedicou para que ela hoje existisse.                

              Seja um poeta das panelas, se não consegue escrever como Shakespeare, dedique a recitar os teus sentimentos através dos aromas… toque a alma através do sabor, desperte a paixão através do paladar, faça dos teus pratos uma confissão pública de amor.

Imagem retirado do site: http://www.directoalpaladar.com/cultura-gastronomica/exposicion-arte-y-gastronomia-en-el-ivam

Imagem retirado do site directoalpaladar.com

FONTE: http://www.directoalpaladar.com/cultura-gastronomica/exposicion-arte-y-gastronomia-en-el-ivam

http://chefleboutte.spaceblog.com.br/10578/Gastronomia-a-arte-de-Redescobrir/

Anúncios

Vik Muniz, Arte e Comida

Já ouviu falar de Vik Muniz? Muniz é um artista plástico, paulistano de 49 anos e que mora em Nova Iorque há mais de duas décadas. Faz trabalhos incríveis de composição através de materiais nada convencionais, como lixo, sucata, flores e… alimentos!

Tendo exposto em importantes museus e galerias, como o MASP (Museu de Arte Moderna de São Paulo), Metropolitan Museum of Art, Guggenheim, MoMA (Museu de Arte Moderna de Nova Iorque), Muniz é famoso pela utilização de materiais perecíveis para compor cenas e imagens efêmeras, as quais são fotografadas, constituindo assim o processo poético da obra do artista. Sua primeira exposição foi “Crianças de Açúcar”, quando o artista desenhou nos grãos, com impressionante riqueza de detalhes, retratos inspirados em crianças que conheceu no Caribe e ainda carregavam consigo a doçura jovem e pura.

Em 2009, quando o MASP fez uma das mais completas exposições do artista, o que despertou grande interesse da imprensa foram os retratos duplos da antológica pintura Monalisa, de Leonardo da Vinci, numa releitura feita por Vik Muniz, com geleia e pasta de amendoim. Che Guevara também foi desenhado dessa forma excêntrica. Já a Medusa Marinara consiste em um desenho feito com espaguete o qual faz referencia à medusa de Caravaggio (1590).

Para mais informações e curiosidades sobre o trabalho do artista, acesse: http://www.vikmuniz.net

Medusa Marinara, referencia à Medusa de Caravaggio (1590)

Medusa Marinara, referencia à Medusa de Caravaggio (1590)

Monalisa de geléia e manteiga de amendoim

Monalisa de geléia e manteiga de amendoim

John Lennon

John Lennon

FONTE: http://www.minhaproximaviagem.com.br/?p=172

http://www.moma.org/explore/inside_out/2010/11/30/making-myths-from-the-mundane

http://artwitholiveri.com/2014/03/07/artist-of-the-week-vik-muniz/

Gastronomia Comparada com Arte para Campanha do Museu MAC/VAL

Campanha da CLM BBDO de Paris para promover restaurante do Vitry Museum of Contemporary Arts (MAC/VAL) compara gastronomia e arte de forma criativa, divulgando cartazes com pratos sujos como obras de arte.

Anúncio sem título. Sem texto explicativo. Sem manipulação hard de imagens. Apenas uma fotografia, o nome do serviço, endereço e o horário de funcionamento. Parece não fazer sentido algum, certo? Mas fez. E fez tanto que rendeu para a agência francesa CLM BBDO um Leão no Festival de Cannes em 2007.

museu1 museu2

museu3campanha museu

FONTE: http://lafora.com.br/2008/11/gastronomia-comparada-com-arte-em-campanha-para-restaurante-em-museu/

http://tponline.com.br/blog/restos_de_comida_atraem_leoes/66/

Feira Gastronômica e Cultural toma conta do Quintal da Hauze na Mooca

Hoje e amanhã, a Hauze, na região da Mooca, abre seu espaço para a primeira edição do “Quintal da Hauze”. Do meio-dia às 19h, o público pode aproveitar uma feira gastronômica e cultural. A entrada é franca e os pratos custam até R$ 20.

Vários chefs ocupam o quintal com diversas delícias e temperos. Além disso, peças de decoração, lambes-lambes, ilustradores e artesãos ocupam a loja da Hauze com muita arte e história para contar. Assim, o público pode aproveitar comidas gostosas e arte em um lugar aconchegante, tudo isso com preço justo.

Foto retirada do site Catraca Livre

Foto retirada do site Catraca Livre

FONTE: https://catracalivre.com.br/sp/gastronomia/gratis/feira-gastronomica-e-cultural-toma-conta-do-quintal-da-hauze-na-mooca/

Arte e gastrnomia! Gastronomia e Arte! Arte Gastrômica? Gastronomia Arte?

Gastronomia, exaltação dos sentidos. Arte, expressão criativa da espiritualidade do homem. Arte e Gastronomia, simbiose ou abstração? Seja qual for a resposta, a gastronomia pode ser experimentada e vivenciada através dos olhos e dos sentidos. Pintura, escultura, fotografia, cheiros, sons …

Arte e gastronomia juntas para explicar, questionar e reinterpretar a relação entre os alimentos e o homem. inspirações, idéias e mensagens. Histórias sem palavras. A evolução da arte e da pintura, desde a natureza morta à imagem digital dos dias de hoje retrata uma relação entre a arte e o alimento, este e suas relações com vida são protagonista, artistas representam a comida em lugar de destaque, o comer, viver o se alimentar, tanto de comida quanto de inspirações e gestos. Arte e gastronomia! juntas! Alimentos do homem.

Apesar da condição efêmera dos alimentos, quando estes extravasam sua função de nutrição para provocar múltiplas, intensas e pessoais sensações; quando o alimento deixa de ser algo material para transforma-se em uma experiência, uma experiência difícil de classificar que se debate com a alma e vai ao encontro da mesma, é nesse momento em que o alimento, enquanto uma criação sabiamente elaborada, se completa e se converte em algo inesquecível que deixa marcas na memória. Imortalizar esse momento, gravar através das artes de uma forma ou de outra, com uma disciplina ou outra, seja para exaltar, suscitar ou criticar é um aspecto que está e esteve presente em todas as épocas e momentos.

Imagem extraída do blog: seislienzosenblanco.blogspot.com.es

Imagem extraída do blog: seislienzosenblanco.blogspot.com.es

FONTE: http://cursoperiodismogastronomico.com/arte-y-gastronomia

Devaneio Gastronômico Raízes de Nossa Terra

Para aqueles que já há muito esperavam poder degustar de nossos pratos inspirados na culinária típica brasileira, chegou a hora! Dia 24 de agosto, ofereceremos um almoço com ares tropicais, não só verde e amarelo, mas sim com muita cor!

É claro que para isso não poderia faltar um bom samba, e contaremos também com a presença de um atabaque e de um berimbau! Será um dia de muita ginga! Mas não se preocupem, nossa tradicional vitrola estará conosco!

Para compor nossa cena cultural, realizaremos uma pequena exposição fotográfica de mesmo tema, explorando a música, a dança, a religião e a comida brasileira.

Além disso, ofereceremos também, um menu degustação caipirinha, e para os mais aventureiros incluímos no nosso cardápio algumas cachaças mineiras!

Nosso menu:

Entrada: ainda estamos com dúvidas! São tantas coisas gostosas! O que escolher?!

Prata principal: Carne de sol puxada na manteiga de garrafa acompanhada de purê de jerimum e couve.

Opção vegetariana: Escondidinho de proteína de soja e Jerimum.

Sobremesa: Cocada mole acompanhada de sorvete de canela e calda azeda.

Bebida: Água aromatizada e cafezinho.

Quando: 24 de agosto, das 13h30 às 18h30

Onde: Rua Carlos Sampaio, 157, terraço

Menu Completo: R$65,00

Reservas: dasmarias.devaneiogastronomico@gmail.com

Segundo Jantar Devaneio Gastronômico – Uma Experiência Literária

Para aqueles que aguardavam nosso novo encontro, chegou a hora! Após nossa re-inauguração,  realizaremos no dia 27 de julho um jantar em cena literária, em meio aos livros do Sebo Tertúlia.

Amantes da literatura, da gastronomia como experiência e todos mais, não podem perder, será uma experiência nova e inusitada! Oferecermos como de costume nosso jantar com menu fechado (contando com opção vegetariana, é claro!) cercado de livros e vinis para a nossa curtição noite a dentro!

Já imaginou em meio a refeição poder escolher o disco que quer ouvir e ler trechos de livros? Pois bem! Essa é a proposta da DasMarias para essa noite! Escolha seu vinil e ponha na vitrola, desfrute de nossos livros, e é claro se delicie com nossa gastronomia, enquanto bebe um bom vinho, uma cerveja ou até mesmo um chá gelado!

A ideia é essa: que você possa curtir a noite toda, junto com seus amigos, em um ambiente agradável e descontraído, sem preocupações!

MENU

Entrada: Creme de abóbora acompanhado com torradinhas.

Opção: Saladinha verde

Prato principal: Tiras de mignon ao molho madeira, acompanhadas de purê de batata aromatizado e ervilhas tortas.

Opção vegetariana: Risoto de cogumelo acompanhado de ervilhas tortas.

Sobremesa: Mini bolo de chocolate com ganache, acompanhado de calda de morango azedo.

Bebidas inclusa: chá gelado e uma bebida quente para finalizar.